Textos de MLuiza Martins

Quando não se pode amar um, é libertador amar a todos.

Textos


       OLHOS ABERTOS
Entardece. De olhos fechados sinto e tenho lucidez. É bom. É o necessário. Mas como vou escrever de olhos fechados? Sei que, fechados, terei bons e belos pensamentos. Por causa de uma crônica que me agradou que puxou nomes bonitos. Mantendo abertos se vê dois Brasis. Um tem o interesse e o conhecimento. O outro tem a desinformação e o desinteresse. Rola o interesse por trás dos fatos, interesse assim sem sentir, só fazendo uso. Aí usa a informação com exclusividade antecipada e omitida para o interesse próprio, disfarçado, de objetivo, omisso de lucro. Usa tudo que favoreça seu objetivo. É frio. Usa como poder e indiferente ao país, só objeto final. Este usa. Já o outro desinformado da verdade, a mídia enche-lhe a paz de flashes múltiplos que desnorteiam, gerando o medo, e o conseqüente desinteresse, criando impotência, desorganização, aculturamento, enfraquecimentos das ideias e dos objetivos. Este é usado. Este é a alma do Brasil. Usado, não cria. Perde a força que tem e o direito que tem. Desintegra-se. Quando a sua força está na integração. A imprensa e os cidadãos devem anotar as promessas pré-eleitoreiras e perseguir os eleitos cobrando as promessas serem cumpridas. Tenazmente. A Palavra pode contribuir. MLUIZA MARTINS
MLuiza Martins
Enviado por MLuiza Martins em 25/01/2017

Música: I'm Yours - Jason Mraz

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (http://recantodasletras.uol.com.br/autores/mluiza). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras