Textos de MLuiza Martins

Quando não se pode amar um, é libertador amar a todos.

Textos


             ESCREVENDO
Ando sem vontade de escrever no computador.
Só bordar está me entretendo. No mais, é pensar em como resolver todas as questões do momento.
Bom, ando esquecida das coisas mais elementares. E só as decisões mais sérias é que me torturam pedindo providência. Meu computador também não está ajudando. E o e-mail não está funcionando bem.
De certo modo estou quase sem comunicação. Estou escrevendo todo dia mas num caderno especial.
E o calor e este local não me animam em sair de casa, mesmo até quando se faz necessário.
Só Natal, só natal. Sempre gostei muito dos natais, mas neste não estou ligada como eu era.
E agora atualmente, eu estou com novos olhares para fora de mim e para o meu  olhar interior em que considero riquezas, bens de como olhar para fora e para dentro de mim mesma. Notando o crescimento dos meus valores, e observando o que  tem se tornado desnecessário.
Talvez eu esteja um tanto deprimida. Mas ao mesmo tempo esta experiência de vida atual abriu comportas que não tinham sido utilizadas. E estou orgulhosa de mim mesma.
Não tenho conseguido ter contato com os amigos do Recanto por causa do computador e do e-mail. Mas estou saudosa  de todos.
Ando fazendo uma espécie de revisão de vida. Naturalmente, quase sem querer.
Uma hora em que preciso muito dos amigos, pois é difícil pensar sozinha em coisas que nos surpreendem e que não tenho conseguido resolver.
Mas tenho lido os textos do Recanto sempre..

 
MLuiza Martins
Enviado por MLuiza Martins em 12/12/2016

Música: Bachianas Brasileiras Nº 4 - Prelúdio - Vila-Lobos

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (http://recantodasletras.uol.com.br/autores/mluiza). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras